São Roque

São Roque é um dos 70 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo.
Fundada na segunda metade do século XVII pelo bandeirante Pedro Vaz de Barros, mais conhecido como Vaz-Guaçu. A cidade recebeu o nome São Roque devido a devoção de seu fundador por este santo. Atraído pela região, estabeleceu-se com sua família e por volta de 1.200 índios as margens dos ribeirões Carambeí e Aracaí, começando assim, a cultivar trigo e uva. A cidade surgiu de uma enorme fazenda e uma capela por ele erigida no local. A capela, então localizada onde hoje é a Praça da Matriz, foi levantada em devoção a São Roque. A fazenda tinha por objeto o cultivo de vinhedos e de trigais, utilizando-se mão-de-obra indígena forçada e mais tarde, de escravizados negros. Mais tarde, imigrantes italianos e portugueses cobriram as encostas dos morros com vinhedos, instalaram suas adegas e transformaram São Roque na famosa "Terra do Vinho". O irmão de Pedro Vaz, Fernão Paes de Barros, também veio a se instalar em São Roque, nos mesmos moldes que seu irmão, fundando uma fazenda, denominada Sítio Casa, e uma capela (Capela de Santo Antonio), indo esta a servir como parada e pousada dos Bandeirantes, que desciam o Rio Tietê em busca de ouro e esmeraldas.